De 13 de Maio de 2006 a 31 de Dezembro de 2012, o meu primeiro blog

//Subscrever

Posts

Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Não vou negar a dimensão eminentemente técnica do desafio. Provavelmente, a tónica do debate que na próxima sexta-feira, dia 30 de Maio, terá lugar na Casa da Cultura (em mais uma feliz iniciativa da Juventude Socialista de Mondim de Basto) será mesmo técnica andando à volta de aspectos como a sustentabilidade económica do projecto e a avaliação dos custos/benefícios que da construção da barragem resultarão.
O problema é que a dimensão técnica desta e de outras questões é, pela sua própria natureza, multidisciplinar. Isto significa que teremos tantas “leituras” técnicas quantas as valências em presença – economia, direito, ordenamento do território – e dentro destas, tantas visões quantas os indivíduos que venham a participar. Porque haverá sempre argumentação que sustente os prós e os contras bastando para tal munir-se de uns quantos dados estatísticos e de alguns depoimentos nostálgicos ou progressistas…

Creio estarmos, portanto, diante de uma iniciativa essencialmente política, isto é, uma decisão da absoluta responsabilidade dos diferentes governos (e foram dezenas!...) que sobre esta questão se terão debruçado, uma vez ou outra, mas muito particularmente do actual governo que, enfim, resolveu mesmo avançar!

JNobre às 18:59
|