De 13 de Maio de 2006 a 31 de Dezembro de 2012, o meu primeiro blog

//Subscrever

Posts

Segunda-feira, 03 de Setembro de 2012

 

Não imaginei que um dia viria a fazer eco das declarações da senhora ministra da justiça, Paula Teixeira da Cruz. A tal me vejo obrigado, depois do que ouvi nos media e que acabo de confirmar por consulta ao portal da TVI.

Respigos da intervenção que fez na Universidade de Verão do partido, no último fim-de-semana do mês de agosto.

Disse:

Da Dignidade da Função Pública

«Não há reforma do Estado nem reestruturação do Estado se olharmos apenas para as estruturas administrativas e cortarmos cegamente, isso não resolve nada. Temos de ter programação, planeamento, formação e temos de apostar em algo que pode parecer supérfluo mas não é: a dignificação da função pública».

Dos Excedentes

Paula Teixeira da Cruz sublinhou ainda que não partilha «nada da ideia» de que há funcionários públicos a mais em Portugal. «Tem a mais em alguns setores e a menos noutros e é isso que é preciso rastrear. Não se pode olhar de uma forma cega», sublinhou.

Dos Quadros Dirigentes

A ministra da Justiça disse ainda que quando se fala na reforma do Estado e em cortes de estruturas da administração não se pode também «cair na tentação de decapitar constantemente aquilo que é a massa crítica que existe na administração pública em detrimento do setor privado».

Aliás (conclui)

«Está por provar que o setor privado, ao contrário do que se diz muitas vezes, tenha maior eficiência que o setor público. Temos áreas de negócio onde isso é patente», acrescentou.

Estou sem palavras.

JNobre às 21:12
|