De 13 de Maio de 2006 a 31 de Dezembro de 2012, o meu primeiro blog

//Subscrever

Posts

Terça-feira, 04 de Novembro de 2008

 

 
Não seria necessário que Maquiavel tivesse escrito “O Príncipe” para haver esta espécie de senso-comum, de convenção, de que a Política é para ardilosos, estrategas ambiciosos e sem escrúpulos, desonestos, calculistas…
Hoje, por um dia, a Política é o sonho possível, a expressão visível de que, onde e quando menos se espera, as oportunidades surgem, as condições conjugam-se e o que é novo emerge.
Pode acontecer que o exercício da política, nos 4 anos que farão o mandato do 44.º presidente dos “Estados Unidos da América do Norte” desminta o sonho, venha a revelar-se “um erro de casting”. Mas por um dia, um dia decisivo, a emoção venceu o temor e fez com que centenas de milhões de cidadãos, desta nação global em que o Mundo se adivinha, respirem uma réstia de esperança: poder querer, poder crer, acreditar!
JNobre às 23:59
|